Maio 2021
 
Maio 2021
home.jpg
FENABRAVE retoma pesquisa de relacionamento com as marcas

No dia 31 de maio, será iniciada a 25ª Pesquisa FENABRAVE de Relacionamento com as Marcas, um importante retrato do Setor e instrumento utilizado nas negociações, entre Associações de Marca e Montadoras, ao longo dos últimos anos. O formulário, que deverá ser respondido, de forma digital, pela casa matriz de cada Concessionário, de todas as marcas e segmentos, estará disponível no site www.scheuerconsultoria.com.br.

O questionário é compacto e, diretamente, relacionado aos assuntos de maior interesse do Concessionário. O objetivo é orientar o trabalho das Associações de Marca, como representantes nas negociações com a Montadora. “Cada vez mais percebemos o crescente interesse dos fabricantes pelos resultados da Pesquisa”, destaca Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Assumpção Júnior lembra que a matriz participante terá peso proporcional ao número de concessionárias que possui, e as redes/marcas poderão participar da Pesquisa desde que tenham, ao menos, 10 matrizes. “Ressaltamos e asseguramos, ainda, que todos os dados recebidos serão mantidos em absoluto sigilo e serão manuseados, exclusivamente, pela FENABRAVE, seguindo os rigorosos preceitos estabelecidos pela LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados”, finaliza.

_pesquisa_25.png
Maio 2021
home.jpg
Emplacamentos: quadrimestre tem alta sobre mesmo período de 2020

Com os bons resultados de motos e comerciais leves, no mês de abril, os emplacamentos de veículos, no primeiro quadrimestre do ano, fecharam em alta de 15,39%, na comparação com o mesmo período de 2020. “Com base nesse percentual, que está muito próximo das projeções iniciais que a FENABRAVE havia feito, em janeiro, para todo o ano de 2021 (crescimento de 16%), decidimos não revisar as projeções”, afirma o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior.

O mês de abril (20 dias úteis) teve aumento de 6,73% nos emplacamentos, totalizando 288.098 unidades, contra 269.927, registradas em março/2021 (23 dias úteis). Esse saldo positivo pode ser atribuído ao desempenho de vendas de motocicletas, que cresceram 52,03%, em abril.

“Havia um represamento, no segmento de motos, que pôde ser atendido com o aumento da produção, e isso provocou uma certa distorção, pois notamos que a maior parte dos segmentos ainda sofre queda nas vendas, pela escassez de produtos, provocada pela falta de componentes e insumos na indústria e, também, em função dos períodos de fechamento dos showrooms das Concessionárias, durante os feriados estendidos, em São Paulo, e demais decretos de restrição do comércio, em outros estados”, analisa Assumpção Júnior, que alerta: “Se desconsiderarmos os resultados de motocicletas, o setor, no geral, teria sofrido uma queda de 6,86%, em abril sobre março/2021”.

WhatsApp Image 2021-05-17 at 09.56.44.jp

Clique no quadro para para ampliar.

Transações de usados em queda

As transações de veículos usados registraram queda de 9,61%, em abril, na comparação com março, totalizando 1.119.047 unidades, contra as 1.238.073 unidades negociadas no mês anterior. No acumulado de janeiro a abril de 2021, foram negociados 4.706.004 veículos usados, alta de 41,70% sobre o mesmo período de 2020, que somou 3.321.191 unidades.

O destaque negativo fica por conta da perda de participação de São Paulo nas transações, após o aumento da alíquota do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre veículos usados, no estado, que passou de 1,8% para 5,53%, em 15 de janeiro/2021 e, mesmo depois da redução da alíquota, para 3,9%, em 1º de abril, o estado continua perdendo espaço, em relação a outros mercados do País.

 “Enquanto o mercado nacional retraiu 9,61%, em abril, o paulista apresentou queda de 19,94% sobre o mês de março. Com isso, a participação de São Paulo no mercado nacional caiu 3,06%, passando de 31,46%, em março, para 27,86% em abril”, explica o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, que alerta: “Essa perda de mercado está acarretando desemprego no estado. Estimamos que cerca de 18 mil empregos já tenham sido comprometidos”.

 
Maio 2021
home.jpg
Pesquisa Regional mostra adaptação do mercado à pandemia

Mesmo com muitos estados ainda adotando restrições rígidas de circulação, o Setor da Distribuição de Veículos já se mostra adaptado ao cenário da pandemia. Tanto que, de acordo com a "Pesquisa Regional de Mercado", finalizada em 19 de abril, nas áreas de vendas, 92% dos SINCODIV´s informaram que as Concessionárias locais estão operando normalmente – na pesquisa anterior, divulgada em 31 de março, o número era de 61%.

“Podemos dizer que se criou uma expertise com relação às novas formas de operar o negócio da Distribuição de Veículos, principalmente, em relação às áreas de vendas de novos e usados, já que trabalhamos, desde o início desta segunda onda da pandemia, com uma fase mais restritiva do lockdown, com índices superiores aos que registramos no mesmo período do ano passado”, diz Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Os departamentos de oficinais e pós-vendas, que possuem autorização para funcionar, por serem considerados serviços essenciais, estão operando normalmente. Nesta pesquisa, houve melhora na percepção dos volumes de operações/atendimentos. O índice mostra que 97% das oficinas estão operando, contra 85% registrado na pesquisa anterior.

A percepção de passagem de loja também registrou melhora significativa em relação à pesquisa realizada no mês de março. Em vendas, o índice saltou de 45% para 70%. Em oficina, passou de 74% para 84% e, em peças, foi de 74% para 85%.

Outro dado interessante do levantamento é sobre os canais de vendas. Normalmente, as vendas presenciais correspondem, em média, a 70% do total comercializado. Com as restrições de circulação, as negociações presenciais caíram para 47%.

Percepção de aprovação de crédito

A oferta de crédito continua alta, mas as instituições financeiras estão atuando com maior seletividade nas análises de crédito, principalmente, em relação aos veículos usados. Confira a tabela ao lado.

Clique no quadro para para ampliar.

 
Maio 2021
home.jpg
Veto 50 é mantido e RENAVE deve ser implantado em todo o País

No dia 19 de abril, o Congresso Nacional decidiu pela manutenção do Veto 50/2020, oriundo da Medida Provisória 983/2020, que define sobre a exigência de assinaturas digitais para a realização de alguns serviços, entre eles a transferência de veículos automotores. A decisão facilita a implantação do RENAVE – Registro Nacional de Veículos em Estoque, em todo o País.

Apenas para contextualizar, antes da decisão do dia 19, o Congresso tendia a derrubar o veto presidencial, conforme acordo dos líderes do Legislativo, no dia 16, obrigando, assim, o uso de assinatura digital qualificada para a transferência de veículos. No entanto, a FENABRAVE, com o apoio de suas lideranças, contatou diversos congressistas, demonstrando que a decisão contrariaria o interesse público.

Além disso, a entidade também enviou ofício, para todos os parlamentares, e para o Ministério da Economia, alertando para os perigos da rejeição do Veto 50. Esse documento foi apensado à orientação do governo e enviado a todos os partidos da base governista. O resultado de todo esse trabalho ficou evidente na reunião de líderes realizada pouco antes da sessão do Congresso em que o tema foi, novamente, discutido e o veto foi mantido.

Status do RENAVE

Atualmente, o RENAVE  está em operação em Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Goiás e Espírito Santo. O estado do Mato Grosso, por sua vez, lança o RENAVE no dia 21 de maio. Já os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Pernambuco estão em fase de desenvolvimento. As demais unidades federativas estão em tratativas com o DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito. 

transito.jpg
 
 
Maio 2021
home.jpg
Legislação em foco

  • Governo Federal retoma flexibilização trabalhista

No dia 28 de abril, o Governo Federal publicou as Medidas Provisórias nº 1.045, que “Institui o Novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e dispõe sobre medidas complementares para o enfrentamento das consequências da emergência de saúde pública de importância internacional, decorrente do Coronavírus (COVID-19), no âmbito das relações de trabalho” e nº 1.046, que “dispõe sobre as medidas trabalhistas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância”.

Na prática, as MPs prorrogam, com algumas alterações, a flexibilização sobre regras trabalhistas – como redução proporcional de jornada e de salário, suspensão temporária do contrato de trabalho e teletrabalho, entre outros temas – com base nas MPs 927 e 936, publicadas em 2020. A FENABRAVE enviou análise técnica das medidas para as lideranças.

  • STF exclui o ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no dia 13 de maio, que a exclusão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS/Cofins é válida a partir de 15/3/2017, data em que foi fixada a tese de repercussão geral (Tema 69), no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 574706. Os ministros também esclareceram que o ICMS que não se inclui na base de cálculo do PIS/Cofins é o que é destacado na nota fiscal.

  • Isenção de ICMS para taxistas em SP é prorrogada

 

O governo de São Paulo, por meio do Decreto 65.625, de 13 de abril de 2021, prorrogou a isenção do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços nas operações com veículos destinados à atividade de Táxi para veículo automóvel novo, com motor de cilindrada de até dois mil centímetros cúbicos (2.0l). A isenção tinha fim previsto para 30 de abril de 2020 e, com a prorrogação, o benefício fica válido até 31 de março de 2022.

 
Maio 2021
home.jpg
Agenda de eventos com participação da FENABRAVE em maio

  • 6 DE MAIO / ANDEMOS E GOOGLE 
     

O vice-presidente da FENABRAVE e secretário-executivo da ALADDA – Associação Latino-americana de Distribuidores Automotivos, Ricardo Lima, participou de painel que discute "A DIGITALIZAÇÃO DO SETOR NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA", durante a Terceira Academia Digital do Setor Automotivo, promovida pela ANDEMOS – Associação Nacional de Mobilidade Sustentável, da Colômbia, em parceria com o Google.

  • 7 DE MAIO/OEB (Ordem dos Economistas do Brasil)
     

O diretor-executivo da FENABRAVE, Marcelo Franciulli, participou da live “ECONOMIA EM DEBATE – AS BASES PARA A RETOMADA DO CRESCIMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA”, promovida pela OEB – Ordem dos Economistas do Brasil. O evento contou com a presença do economista Paulo Rabello de Castro e com a moderação de Manuel Enriquez Garcia, presidente da OEB.

  • 11 DE MAIO – 31º WEBINAR ASPEN
     

O vice-presidente de Caminhões da FENABRAVE, Sérgio Dante Zonta, e o diretor-executivo da entidade, Marcelo Franciulli participaram do Webinar ASPEN – Assembleia Permanente pela Eficiência Nacional, que teve, como tema geral “INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DE AUTOPEÇAS E DA DISTRIBUIÇÃO VEICULAR”. O evento, promovido pelo Instituto BESC, contou com a presença do Secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Jorge Luiz de Lima; George Rugitsky, diretor de economia do Sindipeças; e Luiz Carlos Moraes, Presidente da Anfavea. A abertura foi feita pela Presidente do Instituto BESC, Jussara Ribeiro, e a mediação ficou a cargo do CEO da IOCHPE-Maxion, Marcos de Oliveira.

  • 19 DE MAIO – ALADDA
     

Luis Antônio Sebben, vice-presidente da FENABRAVE, participou, no dia 19 de maio, de reunião da ALADDA – Associação Latino-americana de Distribuidores Automotivos, ministrando palestra sobre o “MERCADO BRASILEIRO E A IMPLANTAÇÃO DO RENAVE”. Na oportunidade, foram discutidos problemas em comum entre os países membros, que também fizeram suas apresentações sobre temas específicos de suas regiões.

icone agenda.png
Maio 2021
home.jpg
Venda relacional e treinamento para consultores de serviços são os novos cursos da Universidade Web FENABRAVE

Em maio, a Universidade Web FENABRAVE disponibiliza dois novos cursos para os assinantes da plataforma. Em “Venda Relacional: construção de relacionamentos lucrativos com clientes”, Rogério Chelucci busca capacitar profissionais que desejam criar conexão emocional entre comprador, produto e empresa, gerando uma relação de confiabilidade e autoridade, humanizando o processo de vendas para um público que preza, cada vez mais, pela experiência de compra.

Já em "Treinamento comercial para consultores de serviços – pós-venda", Daniel Pavanelli apresenta técnicas de agendamento e atendimento que viabilizam a fidelização do consumidor e proporcionam resultados positivos para a concessionária.

Os cursos da Universidade Web Fenabrave podem ser acessados de onde o aluno estiver, pelo canal que preferir e na hora que estiver disponível! A plataforma é multicanal e responsiva, e cada curso pode ser acessado pela internet, em formato PDF, podcast ou vídeo.

Universidade-web_transparente.png
Universidade.png

SERVIÇO

Central de Atendimento: Tel.: (11) 5582-0045

E-mail: universidade@fenabrave.org.br

www.universidadefenabrave.com.br

 
Maio 2021
home.jpg
Concessionárias do DF poderão realizar emplacamentos de veículos

Após longa negociação com o governo e o DETRAN – Departamento Estadual de Trânsito, o Distrito Federal será a primeira unidade da federação a realizar emplacamentos de veículos, diretamente, na concessionária. Dessa forma, na retirada do veículo, em poucos minutos, o consumidor poderá baixar o documento, em seu smartphone, poupando deslocamentos e burocracias desnecessários na compra de um veículo novo.

 

“Essa medida está em perfeita consonância com um ambiente de negócios moderno, desburocratizado e digital que temos defendido. Por isso, gostaria de parabenizar a ação do SINCODIV-DF, presidido pelo Arcélio Júnior, e de todos os envolvidos nesta jornada. Com o emplacamento feito pela concessionária, agregamos mais uma prestação de serviço aos consumidores, tornando cada dia mais simples a aquisição de um modelo zero quilômetro”, destaca Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Documento poderá ser acessado pelo smartphone

 
Maio 2021
home.jpg
Campanha Maio Amarelo

A FENABRAVE apoia a campanha Maio Amarelo que, em 2021, tem o tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”.

O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, para colocar, em pauta, o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, efetivamente, discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige.

A campanha é organizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e tem o SEST SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), ligado ao Sistema CNT (Confederação Nacional do Transporte), como apoiador central.

LOGO MAIO AMARELO 2021_2.png
 
Capa Anuário FENABRAVE 2020 .JPG

Já está disponível o Anuário FENABRAVE 2020 – O desempenho da Distribuição Automotiva no Brasil.

Clique na capa e conheça as análises dos principais fatos e dados que formaram o mercado da Distribuição de Veículos em 2020, incluindo informações de emplacamentos de veículos novos e usados, em todo o Brasil e, também, dados regionais, frota circulante, concessionárias por estado e outras informações sobre o Setor Automotivo.