Junho 2021
 
Junho 2021
home.jpg
Lançada a 25ª Pesquisa FENABRAVE de Relacionamento com as Marcas

No dia 31 de maio, foi lançada a 25ª Pesquisa FENABRAVE de Relacionamento com as Marcas, um importante panorama do Setor da Distribuição de Veículos e que vem sendo utilizada nas negociações entre Associações de Marca e Montadoras, ao longo dos últimos anos. A Pesquisa estará disponível, para preenchimento de cada Concessionária Matriz, até 30 de junho de 2021. Quem quiser, pode acessar o formulário, também, no site: http://www.scheuerconsultoria.com.br/portal/questionario.html.

“Esta Pesquisa é de grande importância para os concessionários de todo o Brasil. Por isso, peço a cada Concessionária que participe e se dedique, com atenção, às respostas a serem dadas aos itens abordados, já que, quanto maior for o percentual de participação das Redes, maior será a representatividade deste levantamento em possíveis negociações da respectiva Associação de Marca junto à Montadora, assim como para nortear ações da própria entidade em benefício de suas afiliadas”, explica Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

O ID de acesso ao questionário foi enviado no último dia 31 de maio, ao e-mail das matrizes das Concessionárias. É importante lembrar que a Pesquisa segue todas as diretrizes da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, garantindo o sigilo e a segurança das informações fornecidas. Caso ainda não tenha seu ID, solicite o reenvio pelo site e participe!

Vale ressaltar que apenas as Associações de Marca que obtiverem o mínimo de 5 Concessionários/Matrizes respondentes receberão os resultados da Pesquisa.

_pesquisa_25.png
Junho 2021
home.jpg
FOCONLINE 2021 começa em 8 de julho

A FENACODIV apresentou, no dia 10 de junho, o FOCONLINE 2021, em reunião virtual realizada com os SINCODIV’s e Regionais FENABRAVE.

O evento, que repete a versão 100% digital, estreia em 8 de julho e o tema deste ano será “Habilidades para vencer! Receitas para o sucesso”. No total, serão 9 ciclos quinzenais, incluindo palestra especial de encerramento, prevista para ocorrer em 4 de novembro. O programa será transmitido ao vivo, com duas horas de duração (das 20h às 22h) e mais possibilidades de interação do público, além de premiações, previstas para os participantes mais ativos.

Millena Machado, apresentadora do programa Auto Esporte, da TV Globo, por oito anos, conduzirá, novamente, as transmissões, que contarão com especialistas em temas diversos, relacionados ao setor automotivo e com foco no desenvolvimento profissional, conforme as novas competências e habilidades necessárias.

 

“Nossos colaboradores precisarão desenvolver ou aprimorar competências e habilidades que se tornarão fundamentais e resultarão na receita do sucesso de suas carreiras e, também, das nossas empresas. Por essa razão, a FENABRAVE e a FENACODIV têm se empenhado para oferecer os melhores e mais modernos recursos de aprimoramento profissional, por meio de nossa ÁREA EDUCACIONAL. Oferecemos diversos cursos pela Universidade Web FENABRAVE, que conta com plataforma multicanal, para atender a todos os perfis de alunos e formatos de acesso. E, com o FOCONLINE, além da abrangência nacional, graças à renovação do patrocínio do BANCO ITAÚ, conseguimos oferecer todos os ciclos, também este ano, sem deslocamentos e sem qualquer custo, tanto para os participantes quanto para as nossas lideranças regionais”, explicou Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE/FENACODIV.

 

A divulgação será feita por meio de material de comunicação, criado pela FENACODIV e distribuído pelos SINCODIV´s e REGIONAIS FENABRAVE de cada estado. As inscrições são gratuitas e cada ciclo terá abrangência nacional.

ESTUDIO.jpg

Clique para para ampliar.

Confira a programação

8 de julho

CICLO 1 – “INSPIRA E NÃO PIRA! Controlando o estresse mental”

Meiry Kamio / Marcos Bernardo

22 de julho

CICLO 2 – “FINANÇAS PESSOAIS: Aprenda a fazer seu dinheiro render!”

Rebeca Toyama / Patrícia Cardoso

12 de agosto

CICLO 3 - “PENSAMENTO CRÍTICO E HABILIDADE PARA A SOLUÇÃO DE PROBLEMAS COMPLEXOS”

Rogério Chelucci / Maria Flávia Bastos

26 de agosto

CICLO 4 - “RESILIÊNCIA E FLEXIBILIDADE – Moldando o futuro profissional”

Marlos Alvez Bezerra/Malu Albuquerque

9 de setembro

CICLO 5 - “COMPETÊNCIAS DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL – Mais do que tecnologia, envolvem pessoas”

Andrea Iorio / Paulo Silvestre

23 de setembro

CICLO 6 – “FERRAMENTAS DIGITAIS – Aplicação prática em vendas e pós-vendas”

Rafael Cutait / Jocimara Bueno

7 de outubro

CICLO 7 - “LGPD – Proteja seus dados e os de seus clientes”

Patrícia Peck / Jean Boudoy

21 de outubro

CICLO 8 – “APRENDIZAGEM ATIVA: Só você pode mudar o seu mundo!”

Rebeca Toyama/ Irineu Toledo

4 de novembro

ENCERRAMENTO SURPRESA!

PALESTRANTE ESPECIAL - AGUARDE!

 
Junho 2021
home.jpg
Emplacamentos crescem em maio, mas produção de veículos continua fraca

Em maio/2021, os emplacamentos de veículos tiveram alta de 10,82% sobre abril (319.257 unidades contra 288.081 emplacamentos) e um aumento que chegou a 218%, quando comparado a maio do ano passado (100.394 veículos). Apesar o resultado positivo, o Setor da Distribuição de Veículos segue afetado pela baixa disponibilidade de produtos. “Apesar dos esforços das montadoras, as entregas de veículos ainda não atingiram o equilíbrio, em função da falta de alguns componentes, principalmente eletrônicos, mantendo o represamento de vendas, que já vinha sendo verificado. Nos resultados de maio, notamos que uma parcela dos emplacamentos se refere às vendas realizadas em meses anteriores. Como consequência da menor oferta, os estoques de veículos, para todos os segmentos, se mantêm em um nível muito baixo”, analisa o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior.

Na avaliação de dias úteis, considerando que maio teve 21 dias úteis (um a mais do que abril), o mercado registrou alta de 5,57%. O volume acumulado de emplacamentos, nos cinco primeiros meses de 2021, soma 1.393.358 unidades. Na comparação com o mesmo período de 2020, quando foram emplacadas 1.031.235 unidades, houve um crescimento de 35,12%.

Neste cenário, a FENABRAVE manteve a previsão inicial de crescimento, de 16%, para o ano de 2021. A entidade somente deve revisar as projeções em julho, após o fechamento do 1º semestre. “Os índices de confiança da indústria estão altos. Há demanda e crédito elevados no mercado automotivo e, com a evolução da vacinação e imunização da população, contra o COVID-19, talvez estejamos diante de um quadro mais favorável do que o estimado, quando iniciamos a 2ª onda da pandemia, neste ano”, declara Assumpção Júnior. “Mas ainda é cedo para alterar nossas projeções. Vamos aguardar o fechamento do semestre para avaliar melhor o cenário como um todo, incluindo a regularização da produção.”

Clique no quadro para para ampliar.

 
Junho 2021
home.jpg
Matemática Financeira em dobro na Universidade WEB Fenabrave

Em junho, a Universidade Web FENABRAVE disponibilizou dois novos cursos de matemática
financeira para os assinantes de sua plataforma, ambos conduzidos pelo professor Rodrigo Bulcão.
Em “Tipos de financiamento e argumentação de vendas”, o aluno terá a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos sobre os diversos tipos de financiamento e de melhorar seu poder de atrair
a atenção do cliente, oferecendo novas oportunidades enquanto fecha uma negociação, tornando-se
ainda mais competitivo.

Já no curso “Utilizando HP 12C no dia a dia da concessionária”, o foco é explorar a praticidade da HP 12C, uma calculadora com excelente desempenho na realização de cálculos financeiros. Serão abordados aspectos como percentuais, Notação Polonesa Reversa (Reverse Polish Notation – RPN), memórias e funções financeiras, que são essenciais para o financiamento de veículos.

Os cursos da Universidade Web Fenabrave podem ser acessados de onde o aluno estiver, pelo canal que preferir e na hora que estiver disponível! A plataforma é multicanal e responsiva, e cada curso pode ser acessado pela internet, em formato PDF, podcast ou vídeo.

Universidade-web_transparente.png

SERVIÇO

Central de Atendimento: Tel.: (11) 5582-0045

E-mail: universidade@fenabrave.org.br

www.universidadefenabrave.com.br

 
 
Junho 2021
home.jpg
Legislação Trabalhista: Portaria regulamenta MP 1.045

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, publicou, no dia 27 de maio/2021, a Portaria 6.100, que define os critérios e procedimentos relativos ao recebimento de informações, concessão, pagamento e recursos do Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, nos termos da Medida Provisória nº 1.045, de 27 de abril de 2021, que permite a redução da jornada e suspensão do contrato de trabalho.

“As medidas são oportunas, porque ainda vivemos a crise, mas elas chegam atrasadas”, destacou Sérgio Schwartsman, da Lopes da Silva Advogados e Associados, consultoria jurídica da FENABRAVE. Para o advogado trabalhista, como a flexibilização ficou quase seis meses sem poder ser aplicada, muitas empresas e trabalhadores foram prejudicados, já que o trabalho presencial ainda enfrenta restrições, em diversas partes do País.

Cuidados na aplicação

Entre os cuidados que o Concessionário deve ter na aplicação das medidas de flexibilização trabalhista, segundo Schwartsman, estão os prazos máximos de acordo (120 dias) e de notificação para o governo (48 horas após a celebração), sob pena de, não sendo feita a comunicação no prazo, o empregado ter que devolver os valores recebidos, indevidamente, ou o empregador ter de pagar a diferença, que não tiver sido paga pelo Governo.

Sérgio Schwartsman chama a atenção, ainda, para o parágrafo 4º da Portaria, que prevê que o acordo não será válido se verificada a manutenção do mesmo nível de exigência de produtividade ou de efetivo desempenho do trabalho existente durante a prestação de serviço, em período anterior à redução proporcional de jornada de trabalho, e de salário, para os trabalhadores que não se sujeitam ao controle de jornada, e aos que recebem remuneração variável.

“É preciso ter cuidado, também, com a estabilidade das gestantes com as quais se fizer algum tipo de acordo”, diz Schwartsman.

Dr. Sérgio Schwartsman.

 
Junho 2021
home.jpg
Live reforça os benefícios do RENAVE em SC

No dia 10 de junho, o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, participou da live “O RENAVE e seus benefícios para o mercado de veículos de Santa Catarina”. O evento, realizado às 17h, foi promovido em parceria pela FENABRAVE, ACREFI – Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento, ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, FENAUTO – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, ABEL – Associação Brasileira das Empresas de Leasing e contou com a participação de representantes do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito, SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados e DETRAN-SC, com o objetivo de esclarecer dúvidas e enfatizar os benefícios do RENAVE – Registro Nacional de Veículos em Estoque aos operadores de crédito (para financiamentos e consórcios), assim como Concessionários e lojistas do estado, que foi o pioneiro na implantação do Projeto Piloto, ainda em novembro de 2019.

Além do Presidente da FENABRAVE Nacional, participaram da LIVE: Alfredo Breitkopf, presidente da Regional FENABRAVE Santa Catarina, Cléber Martins, da ACREFI, Paulo Roberto Rossi, presidente-executivo da ABAC, Ilídio Gonçalves dos Santos, presidente da FENAUTO, Osmar Roncolato Pinho, presidente da ABEL , Aline Cappele, gerente de divisão do SERPRO, Joane Toigo, responsável pela gerência de registro e licenciamento de veículos do DETRAN-SC e Eduardo Sanches Faria, coordenador-geral de sistemas, informações e estatísticas do DENATRAN.

Durante o programa, os representantes do SERPRO, do DETRAN e do DENATRAN esclareceram detalhes técnicos da implantação do RENAVE. Entre os pontos de destaque da apresentação, estão a taxa praticada para o RENAVE no estado, de apenas R$ 35, e a segurança para a liberação de crédito, por parte das instituições financeiras, que podem melhorar a oferta não apenas para aquisição de veículos por parte do consumidor, como para os próprios concessionários. “Com o RENAVE (e a formalização dos estoques), poderemos oferecer opções de capital de giro de forma mais segura aos empresários”, disse Cléber Martins, da ACREFI.

Para Assumpção Júnior, a implantação do sistema deve beneficiar todo o Setor da Distribuição de Veículos. “O RENAVE foi criado para desburocratizar o processo de transferência de veículos usados, intermediados por concessionárias ou lojistas, gerando economia, estímulo à formalização, ampliando a arrecadação de ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços nos estados e oferecendo mais segurança aos proprietários dos veículos transacionados”, destacou o Presidente da FENABRAVE.

Atualmente, o RENAVE está em operação em Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Espírito Santo. Já os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Minas Gerais estão em fase de implantação e homologação. As demais unidades federativas estão em tratativas com o DENATRAN.

Alarico Assumpção Júnior.

Junho 2021
home.jpg
Governadores de SP e MG recebem FENABRAVE

O Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, esteve em audiência com lideranças políticas, tanto em maio como em junho, para tratar da implantação do RENAVE – Registro
Nacional de Veículos em Estoque e de assuntos de interesse do Setor da Distribuição de
Veículos e do consumidor.

No dia 31 de maio, Assumpção Júnior, acompanhado do vice-presidente da FENABRAVE, João Batista Simão, e do diretor-executivo da entidade, Marcelo Franciulli, foram recebidos pelo Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que estava com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, com o secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, além do secretário de Projetos, Orçamento e Gestão, Nelson Baeta, do diretor-presidente do Detran-SP, Ernesto Mascellani Neto, e do coordenador da Coordenadoria da Administração Tributária (CAT), da SEFAZ-SP – Secretaria de  Fazenda e Planejamento de São Paulo, Gustavo Ley.

Já no dia 8 de junho, o Presidente da FENABRAVE participou de audiência com o Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO). Nesta audiência, além de Assumpção Júnior, estavam presentes o Vice-Presidente da FENABRAVE, João Batista Simão; Camilo Lucian Hudson Gomes, Diretor da Regional FENABRAVE – MG; Mauro Pinto de Moraes Filho, Presidente do SINCODIV – Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais e Carlos José Barreto Viégas de Castro, Gerente Executivo do SINCODIV/REGIONAL – MG.

Diretoria da FENABRAVE com Governador de São Paulo, João Doria.

Diretoria recebida por Romeu Zema em Minas Gerais.

 
Junho 2021
home.jpg
AGENDA JURÍDICA

  • Receita Federal prorroga prazo para a Conformidade Tributária sobre Bônus

Atendendo a um pedido da FENABRAVE, a Superintendência da Receita Federal da 8ª Região acatou o pleito para prorrogar, de 30 para 90 dias, o prazo sugerido para a CONFORMIDADE TRIBUTÁRIA DE PIS – Programa de Integração Social e COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social sobre recebimento de valores de montadoras. O prazo passa a contar da Reunião de Conformidade Tributária Setorial, realizada no dia 13 de maio/2021.

Além da prorrogação do prazo, a Receita Federal, por meio da Coordenação Especial de Acompanhamento de Maiores Contribuintes, vai participar de discussões jurídicas acerca do regime monofásico e do impacto arrecadatório. As Lideranças da FENABRAVE serão informadas sobre todos os desdobramentos das discussões.

  • FENABRAVE coordena grupo de Lei da Retomada do Bem

A FENABRAVE coordena o Grupo de Trabalho denominado “GT Leasing, Consórcios e Retomada do Bem”, que faz parte do Projeto Custo Brasil, do Ministério da Economia, que, entre outros assuntos, discute o PLS 478/2017, Projeto de Lei que trata da Retomada do Bem, agilizando a cobrança de dívidas previstas em contratos, com cláusula de alienação fiduciária, de bens móveis, como os veículos, por meio do uso da busca e apreensão extrajudicial.

A FENABRAVE tem se reunido com a assessoria do relator do Projeto de Lei, Oriovisto Guimarães (PODEMOS), e pediu ao Ministério da Economia que incluísse as entidades ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, ACREFI – Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento, ABEL – Associação Brasileira das Empresas de Leasing e
ANEF – Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras nas discussões
do grupo de trabalho.

 
Banner-univ-01-01-01.jpg