Março 2020

FENABRAVE orienta lideranças do setor sobre Covid-19

FENABRAVE comemora 55 anos de história

Novos cursos da Universidade Web Fenabrave abordam LGPD

Comitê recebe sugestões para

30º Congresso & ExpoFenabrave

NADA SHOW 2020: evento aborda Futuro da Concessionária

Mercado aponta leve queda no bimestre

AssoAudi elege nova diretoria

Março 2020
home.jpg
FENABRAVE orienta lideranças do setor sobre Covid-19

 

Para enfrentar o cenário preocupante com relação à pandemia do Coronavírus, o COVID-19, a FENABRAVE está empenhada em colaborar para que a doença não se propague no País. Para isso, desenvolveu um guia, contendo as orientações das autoridades sanitárias e do Ministério da Saúde, adaptadas à realidade do dia a dia das Concessionárias de veículos.

 

“Criamos um comitê interno na FENABRAVE, para gerenciar e acompanhar o desenrolar dessa situação e seus impactos nos negócios do nosso Setor. Acima de tudo, a FENABRAVE se mantém solidária às vítimas e está concentrando esforços na orientação de toda a Rede de Concessionárias para garantir a saúde e preservar a vida de todos os colaboradores e clientes”, explicou Alarico Assumpção Júnior.

 

O comitê está fazendo todo o acompanhamento da situação e dos reflexos no mercado de veículos e na economia nacional.

 

Para acessar o guia de orientações, clique aqui.

 

Medidas governamentais – Como forma de amenizar os impactos econômicos da pandemia do Coronavírus, no Brasil, o Governo Federal anunciou algumas medidas de proteção da população mais vulnerável, que devem injetar até R$ 147,3 bilhões na economia além de manterem empregos.

 

Dentre as medidas, estão a antecipação da segunda parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS para maio, transferência de valores do PIS/Pasep, não sacados, para as contas do FGTS, antecipação do abono salarial para junho e redução do teto de juros do empréstimo consignado e do prazo de pagamento. Clique aqui para ler os detalhes das medidas anunciadas pelo Governo Federal.

 
Anúncio
2 Banners - Fenabrave em Acao-02.jpg
Anúncio
dealernet.png
 
Março 2020
home.jpg
FENABRAVE comemora 55 anos de história

Nesta quarta-feira, 18 de março, a FENABRAVE comemora, 55 Anos de história e de representatividade do Setor da Distribuição de Veículos no Brasil.

 

Nesses anos todos, presidentes, diretorias e lideranças que por aqui passaram, ajudaram a consolidar esta importante e ressonante Federação, fortalecendo este Setor, que se fez ouvir no âmbito político e empresarial.

 

Atualmente, são 51 Associações de Marca filiadas, representando mais de 7,1 mil Concessionárias em todo o País. Por isso, a FENABRAVE trabalha constantemente pelos objetivos comuns, com o foco no aprimoramento da gestão do negócio, representando os interesses coletivos junto aos governos e entidades congêneres.

 

Esta história de grandes conquistas é o principal legado desta entidade para as novas gerações, mostrando que é possível trabalhar pelo bem coletivo, tendo em vista uma missão única.

 

Até o dia 18 de março de 2021, a FENABRAVE adotará o selo de 55 Anos em todas as suas comunicações, sejam nos comunicados, nas apresentações, banners e outras comunicações visuais, site, assinatura de e-mails, descanso de telas de computador, entre outras.

Fenabrave 55 anos.png
 
Março 2020
home.jpg
Mudanças são aliadas das Redes, diz Presidente da NADA

 

Entre os dias 14 e 17 de fevereiro, Las Vegas acolheu a NADA SHOW 2020, maior evento do Setor da Distribuição de Veículos mundial e que, esse ano, reuniu 20 mil participantes para mais de 100 palestras, com membros de 37 países, entre os quais, o Brasil, e uma feira com 580 empresas.

 

Representando 16,5 mil concessionárias de automóveis e comerciais leves, nos Estados Unidos, a NADA- National Automobile Dealers Association está segura da preservação dos negócios das redes, mesmo diante das mudanças provocadas pela tecnologia e pelas alterações nos hábitos de consumo de automóveis. Segundo o atual Presidente da entidade, Reht Ricart, “as mudanças são nossas aliadas e inevitáveis. Já houve tantas mudanças e crises no mundo e aqui estamos... e aqui continuaremos!”, reforçou o atual Presidente da entidade, que concedeu entrevista exclusiva ao Fenabrave em Ação durante a NADA Show.

 

Presidente e CEO do Ricart Automotive Group, concessionária Ford, localizada no estado de Ohio, Reht Ricart afirmou que o mercado norte-americano, de automóveis e comerciais leves, atingiu estabilidade em 17,1 milhões de unidades, comercializadas em 2019, devendo sofrer leve retração este ano, até chegar a 16,4 milhões, em 2022. “A grande oportunidade de rentabilidade está nos usados que, no ano passado, somaram 40 milhões de unidades vendidas”, disse Ricart.

Mais carros, mais caros – Já para os automóveis novos, o Presidente da NADA acredita que, mesmo com os problemas das tarifas de peças importadas e do Coronavírus, a condição básica da economia norte-americana ainda favorece a compra de produtos mais caros. “Os clientes querem veículos mais eficientes e que, consequentemente, custam mais, o que nos levará a um aumento dos volumes financeiros, mesmo com queda em unidades”, explicou Reht Ricart.

 

Assim como no Brasil, a força de vendas, nos Estados Unidos, depende do crédito, “e isso há de sobra, com taxas de juros baixas e bancos com capital disponível”, garante o Presidente da NADA 2020.

 

Futuro dos Elétricos: nunca sem as concessionárias – Até 2025, espera-se que 5% da frota de automóveis, atualmente, em 280 milhões de unidades, seja composta por veículos elétricos. Mas, Reht Ricart acredita que essa estimativa é muito agressiva, considerando o alto custo desses veículos.

 

Mesmo contando com um incentivo do Governo, de US$7.500, por carro elétrico fabricado, até o limite de 200 mil unidades por marca, o mercado norte-americano deverá demorar para trocar sua frota, “a menos que os preços baixem”, disse Ricart.

 

Seja qual for o cenário, o Presidente da NADA afirma que “os Concessionários estão preparados para vender e reparar o que for, ainda que sejam carros dos Flintstones”, brinca.  Dirigindo-se às montadoras, Ricart disse: “se vocês pensam que irão conseguir comercializar carros elétricos sem a ajuda e respaldo de serviços das Concessionárias, vocês estão num mundo de sonhos”, deflagrou.

 

Conhecida como “A voz da distribuição de veículos, nos Estados Unidos”, a NADA divulgou que as concessionárias norte-americanas representam, juntas, 20% de toda a receita de varejo do país e os mesmos 20% da arrecadação de impostos, o que representa centenas de bilhões de dólares.

 

Em seu pronunciamento, no encerramento da NADA Show, Ricart disse que as Concessionárias são as responsáveis pela segurança dos investimentos dos consumidores norte-americanos, a despeito das notícias negativas divulgadas sobre montadoras, como a crise da Volkswagen ou sobre as acusações sobre Carlos Goshn (da aliança Renault Nissan).

 

Segundo o Presidente da NADA 2020, a entidade continuará sendo consistente, persistente e insistente para que as concessionárias continuem sendo reconhecidas como “os olhos dos clientes”. Reht Ricart aconselhou, aos concessionários, continuarem tocando seus negócios sem se preocupar demais com aspectos políticos, mencionando as eleições presidenciais, que acontecem este ano, nos Estados Unidos. “O ideal seria sermos republicatas, que seria uma mescla de republicanos e democratas”, brincou Ricart.

 

Sobre o futuro das concessionárias? Ricart foi claro ao dizer que, como dizem os pais aos filhos, “tudo vai ficar bem”. “Mais do que bem”, reforçou. “A despeito das maiores depressões, recessões e crises que já vivemos, nunca deixamos de existir e aqui estamos, mais fortes do que nunca”. A união entre Concessionários e a NADA é, segundo Ricart, essencial para a preservação do setor pois, como citou: “Individualmente, podemos ser mais rápidos, mas, juntos, certamente, iremos mais longe”.

 

“Nós somos o verdadeiro valor do mercado automotivo. Nós somos os defensores dos consumidores. Corromper isso e tirar a força da NADA seria enfraquecer todo o sistema e o próprio cliente. Nós somos da mesma casa, apenas em endereços diferentes. Por isso, sejam fortes, permaneçam unidos. Nós somos a NADA”, finalizou.

 

Ainda sobre a NADA Show –  alto turnover e a falta de profissionais para trabalhar são outros pontos que afetam as concessionárias estadunidenses. Para solucionar essa questão, o Instituto NADA vem recrutando jovens (homens e mulheres), para treinar para o mercado futuro. “Com a tecnologia, teremos de ter pessoas mais especializadas. Serão quase que engenheiros ao invés de mecânicos, e precisamos cuidar disso hoje”, afirmou Reht Ricart, Presidente da NADA 2020.

 

Quer saber mais sobre o evento, realizado em Las Vegas? Na próxima edição de Fenabrave em Ação, acompanhe a entrevista exclusiva com o economista-chefe da NADA, Patrick Manzi e as estratégias de marketing digital que as concessionárias estão adotando nos Estados Unidos.

NADA 2.jpeg
MATÉRIA_NADA_SHOW_-_NA_FOTO-_CHARLES_GI

Charles Gilchrist, Alarico Assumpção Júnior e Reht Ricart. 

Presidente da FENABRAVE se reúne com ATD

 

No último dia da NADA Show, 17 de fevereiro, o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, se reuniu com o Presidente da ATD- American Truck Dealers, Steve Basset, para falar sobre o mercado de caminhões, no Brasil e nos Estados Unidos.

 

Na oportunidade, Assumpção Júnior convidou Basset para ministrar palestra no 30º Congresso & ExpoFenabrave, que acontece entre os dias 4 e 5 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. A palestra deverá abordar o funcionamento do leasing operacional de caminhões e como os concessionários estadunidenses estão ampliando seus índices de absorção em pós-vendas.

Steve Basset e Alarico Assumpção Júnior

O Concessionário do amanhã: Evolução e não Revolução!

Há quatro anos, a NADA contratou a consultoria de Glenn Mercer para ajudar os concessionários norte-americanos a visualizar possíveis ameaças aos negócios, para que pudessem ser proativos em como planejam o futuro. O relatório “The Dealership of Tomorrow: 2025”, forneceu uma visão abrangente de como será o varejo automotivo para revendedores, consumidores e fabricantes, em 2025. “Entre outras coisas, a Mercer foi uma das primeiras a prever uma evolução, não uma revolução do modelo de negócios das concessionárias, apesar dos pronunciamentos malucos sobre tecnologias e comportamentos perturbadores que "prometeram" explodir tudo o que sabíamos sobre a propriedade de veículos pessoais”, disse Peter Welch, Presidente Executivo da NADA.

No estudo, atualizado e apresentado durante a Mesa Redonda Internacional, realizada em 14 de fevereiro, no hotel Wynn, em Las Vegas, Glenn Mercer mostrou dados surpreendentes, como o aumento de propriedade de carros pelos jovens da geração millenial que, representavam pouco mais de 24% dos novos registros de vendas, nos Estados Unidos, e passaram a representar mais de 28%, no último quadrimestre de 2019.

Sobre o tamanho das Concessionárias do Futuro, o estudo, agora denominado “Dealer Of Tomorrow- 2.0”, aponta para algo menor em tamanho, porém, mais diversificado, num formato híbrido, entre as lojas físicas e digitais, onde a primeira será focada mais no relacionamento com o cliente.

A consolidação entre grupos de concessionárias, e a queda na lucratividade, com as vendas de veículos novos, também foram mantidas, em relação às tendências apontadas no estudo anterior.

NADA 1.png
 
Março 2020
home.jpg
Vendas de veículos apresentam leve queda no bimestre

 

O dados de emplacamentos, apurados pela FENABRAVE, mostraram que as vendas de veículos, no primeiro bimestre deste ano, sofreram leve retração de 1,27% na comparação com o mesmo período do ano passado, somando 599.188 veículos emplacados, considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos).

 

Em fevereiro, foram emplacadas 293.157 unidades, retração abaixo de 1% perante o volume registrado em idêntico período de 2019. Quando comparado com os 298.408 veículos emplacados em janeiro, esse desempenho de fevereiro mostra-se 1,76% menor.

 

No entanto, com 18 dias úteis de vendas, a média diária registrada, em fevereiro, foi 20,35% superior à média de vendas de janeiro, que somou 22 dias úteis.

 

Para o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, embora o desempenho do bimestre tenha apresentado uma pequena retração nas vendas, a entidade mantém suas expectativas otimistas para o ano. “O primeiro bimestre sofre com os impactados do período de férias escolares e com os compromissos de pagamentos acumulados no início do ano, como o IPTU, despesas com materiais escolares, além do reflexo da pausa para o Carnaval. Por isso, consideramos este desempenho normal e sem surpresas com relação às nossas projeções, que estão mantidas em um crescimento geral em torno de 10% para 2020. Continuamos confiantes de que teremos um novo ciclo de crescimento, nos próximos meses, nas vendas de veículos no País”, ressaltou o Presidente da FENABRAVE, afirmando que a entidade só reavaliará as projeções, para 2020, em abril, quando os impactos de alguns fatores, como o Coronavírus, já puderem ter sido, efetivamente, avaliados.

Tabela-de-vendas-(primeira-tabela-apenas

Clique na tabela para ampliar.

 
Março 2020
home.jpg
Novos cursos da Universidade Web Fenabrave abordam LGPD

 

Para atenderem à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrará em vigor em agosto de 2020, as empresas terão de ajustar suas práticas com relação ao tratamento da informação sensível, que está sob sua responsabilidade.

 

Com o objetivo de auxiliar as empresas do Setor da Distribuição de Veículos, a Universidade Web Fenabrave desenvolveu o curso Segurança de Dados e LGPD, dividido em dois módulos, com 4 horas de duração cada um, ministrado pelo professor Jean Boudoy. O primeiro tem o foco nos aspectos mais relevantes da legislação, como direitos dos titulares, responsabilidades da empresa e procedimentos. O segundo módulo está mais atrelado aos aspectos à preparação das equipes para lidarem e tratarem tais informações.

 

O curso já está disponível na plataforma da Universidade Web Fenabrave e é destinado aos diretores, gestores, profissionais da área Jurídica, tecnologia da informação e outros profissionais interessados no tema.

 

“A área de tecnologia de informação tem um papel fundamental na LGPD, mas está longe de ser o único interlocutor do assunto. Precisa ser uma preocupação de toda a empresa. A segurança da informação envolve todos os colaboradores”, comentou o professor.

 

Cartilha LGPD – Nos últimos meses, a FENABRAVE vem trabalhando em conjunto com o escritório especializado em direito digital - Peck Sleiman Edu - para a elaboração de um Guia de boas práticas para o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor em agosto deste ano.

 

Graças à colaboração de todas as associações, estamos finalizando o conteúdo e o layout da cartilha, que  estará disponível no site da entidade, a partir do dia 23 de março de 2020.

Jean Boudoy

 
Março 2020
home.jpg
AssoAudi elege nova diretoria

 

Em Assembleia Geral Ordinária, realizada em fevereiro, a AssoAudi, Associação Brasileira dos Concessionários Audi, elegeu a nova Diretoria que trabalhará pela entidade no biênio 2020-2022.

 

Abílio César de Oliveira foi eleito Presidente, Elias do Nascimento será o Vice-Presidente Secretário e Henry Visconde assume como Vice-Presidente Tesoureiro da Assoaudi.

 

Durante a reunião, também foram definidas as Diretorias de Vendas, de Marketing e Produtos e de Pós-Vendas, além dos representantes para formarem o Conselho Fiscal da entidade.   

 
Março 2020
home.jpg
Comitê do 30º Congresso & ExpoFenabrave recebe sugestões para temas e palestrantes

Os preparativos para o 30º Congresso & ExpoFenabrave, o maior evento do Setor da Distribuição Automotiva da América Latina, que acontece nos dias 4 e 5 de agosto, já estão em ritmo acelerado.

 

Até o dia 25 de março, o Comitê Organizador receberá sugestões de temas e palestrantes que possam agregar conteúdo ao evento. “Estamos preparando um evento inspirado nas necessidades reais dos Concessionários, no dia a dia da operação, ampliando horizontes para a gestão do negócio”, comentou Marcelo Franciulli, Diretor Executivo da FENABRAVE.

 

As sugestões podem ser enviadas para o e-mail secretaria.diret@fenabrave.org.br.