olx_header.jpg
Dezembro 2019

RENAVE começa a operar em Santa Catarina

Mercado encerra novembro com 10,3% de alta

Elétricos ou
híbridos?

40 anos da
Lei Ferrari

Associações de Marca ganham ação contra TCFA

 
Dezembro 2019
home.jpg
RENAVE é lançado em Santa Catarina

 

No dia 26 de novembro, um antigo pleito da FENABRAVE, o RENAVE- Registro Nacional de Veículos em Estoque, foi lançado, de forma pioneira, pelo estado de Santa Catarina.

 

Em caráter de teste, o projeto piloto foi desenvolvido pelo Ministério da Infraestrutura/Denatran, em parceria com o SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados, Detran-SC e entidades do setor automotivo, como FENABRAVE, ANFAVEA e FENAUTO – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores.

 

“A FENABRAVE vem lutando, ao lado de outras entidades do setor, para que possamos desburocratizar os processos de transações de usados, reduzindo custos na operação das Concessionárias. Esperamos que, com a iniciativa e pioneirismo do Governo de Santa Catarina, outros estados brasileiros sigam este exemplo, trazendo as transações intermediadas, de veículos, para a total formalidade”, comentou Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

 

O evento de lançamento do projeto aconteceu no auditório da Secretaria de Segurança Pública, em Florianópolis, e contou com o Diretor do Denatran, Jerry Adriane Dias; a diretora do Detran-SC, Sandra Mara Pereira; o presidente do Ciasc, Sérgio André Maliceski, profissionais do Serpro, Detran e Ciasc, representantes da FENABRAVE Nacional, como o Vice-Presidente João Baptista Simão, e da Fenabrave-SC, como Julio Schoereder, André Andreazza e Ademir Saorin, além de representantes da FENAUTO e empresários do estado.

 

A seguir, acesse os links com os vídeos em que o Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, e o Diretor do Denatran, Jerry Adriane Dias, analisam a importância da implantação do RENAVE no estado e as perspectivas de implantação em todo o País.

 

Para assistir ao depoimento do Governador de Santa Catarina, clique aqui

Para assistir ao depoimento do Diretor do Denatran, Jerry Adriane Dias, clique aqui.

Renave SC.jpg

A partir da esquerda, Sandra Mara Pereira, Diretora do Detran-SC; Carlos Moisés, Governador de Santa Catarina; João Batista Simão, Vice-Presidente da FENABRAVE; Jerry Adriane Dias, Diretor do Denatran.

Anúncio
2 Banners - Fenabrave em Acao-02.jpg
Anúncio
dealernet.png
 
Dezembro 2019
home.jpg
Mercado encerra novembro com alta de 10,3% no acumulado

 

Faltando apenas um mês para o encerramento do ano, as vendas de veículos continuam com demanda crescente e estável. No acumulado de janeiro a novembro de 2019, a alta foi de 10,3%, com o total de 3.665.370 veículos novos emplacados, ante às 3.322.200 unidades registradas, em igual período do ano passado.

 

Em novembro, o volume das vendas somou 345.386 unidades, o que representou avanço de 7,8% sobre novembro de 2018, porém, com queda de 6% sobre outubro de 2019, em função do menor número de dias úteis (23 dias úteis em outubro, contra 20 dias úteis em novembro, lembrando que dia 20 não é feriado nacional).

 

Na avaliação do Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, o ritmo de crescimento das vendas, no geral, permanece como o esperado para o ano, o que deve levar ao volume estimado pela Federação. "Faltando menos de um mês para o fechamento do ano, o mercado permanece estável. O que é positivo, pois não observamos grandes oscilações, e isso confirma as nossas expectativas para 2019", comentou Assumpção Júnior.

 

À exceção de tratores e máquinas agrícolas, todos os segmentos automotivos deverão apresentar crescimento este ano.

 

Acompanhe, nas tabelas ao lado, os dados de emplacamento em novembro e as projeções da FENABRAVE para 2019.

tabela.jpg
tabela-2.jpg
 
Dezembro 2019
home.jpg
Eletrificação cada vez mais presente no mercado brasileiro

 

Dentre as megatendências, que prometem transformar o modelo de negócio da distribuição de veículos, a eletrificação deve ser a mais próxima da realidade do mercado brasileiro. As montadoras estão cada vez mais ofensivas na estratégia de apresentar alternativas ao motor à combustão, mas discussões com relação à disponibilidade de infraestrutura e custo de produção, dos novos modelos, são entraves para o País.

 

Em novembro, o Vice-Presidente da FENABRAVE, José Maurício Andreta Júnior, participou de seminário sobre tema, promovido pela AutoData Editora. “Não importa qual é a tecnologia ou combustível, vamos continuar vendendo veículos e oferecendo serviços para os nossos clientes, buscando sua total satisfação”, afirmou Andreta Júnior.

Em 2018, foram emplacados quase 4 mil veículos elétricos ou híbridos no Brasil e, até outubro de 2019, outras 7,5 mil unidades chegaram às ruas. A principal justificativa, para o lento aumento das vendas, está nos preços dos carros, que podem variar de R$ 130 mil a R$ 450 mil.

Acompanhe mais detalhes sobre o tema e como as montadoras estão montando suas estratégias voltadas aos veículos elétricos, na edição 84 da Revista Dealer.

José Maurício Andreta Júnior

 
Dezembro 2019
home.jpg
FENABRAVE celebra 40 anos da Lei Ferrari

 

A FENABRAVE reuniu Ex-Presidentes, Presidentes e Executivos das Associações de Marca, Diretoria Executiva da gestão atual, Regionais e Sincodiv’s, bem como representantes de entidades congêneres e outros convidados, para a celebração dos 40 anos da promulgação da Lei 6729/79, conhecida como Lei Renato Ferrari.

 

O evento, realizado no Hotel Intercontinental, em São Paulo (SP), contou com a presença da família do Dr. Renato Ferrari, autor da Lei 6729 e líder das ações desse importante pleito da FENABRAVE, iniciado na década de 1970.

 

“Essa importante legislação, que parecia algo impossível para a época, tornou-se realidade por meio do trabalho árduo, convicto e incansável do Dr. Renato Ferrari. E, 4 décadas depois, é mais do que uma lei, é a força do Setor da Distribuição de Veículos do Brasil”, disse Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE, em seu pronunciamento, reforçando que se sente honrado em estar à frente da Federação neste importante marco histórico.

 

Assumpção Júnior entregou uma placa de homenagem e agradecimento da FENABRAVE à esposa de Renato Ferrari, a senhora Michelina Ferrari, e aos filhos, Renato, Ricardo, Rodrigo e Patrícia Ferrari, pelo seu empenho e dedicação para que a Lei 6729/79 fosse sancionada.

 

Em seu discurso de agradecimento, Ricardo Ferrari, filho do Dr. Ferrari, relembrou os anos em que seu pai esteve envolvido no processo de estruturação da Lei e negociação política em Brasília. “Estamos aqui, hoje, comemorando os 40 anos do maior patrimônio do Setor da Distribuição de Veículos do Brasil, algo sem igual, que não vemos em nenhum outro mercado”, comentou o empresário, que lembrou e agradeceu a coragem e parceria de todos os representantes da FENABRAVE, que permaneceram ao lado de seu pai, durante os anos que antecederam a promulgação da Lei, e homenageou as mulheres do Setor, ao citar sua mãe, Michelina Ferrari, que, segundo ele, foi o grande esteio do pai para que pudesse se dedicar à aprovação da Lei 6729.

 

O evento ainda contou com apresentações sobre os principais aspectos da Lei 6729/79, ministradas por Luiz Eduardo Vidigal, sócio do escritório Lopes da Silva & Associados e assessor jurídico da FENABRAVE, e de Mauro Imperatori, economista e advogado, que atuou na diretoria da Volkswagen, na ASSOBRAV e coordenava assuntos internos na Anfavea, na época da elaboração da Lei.

 

Selo e slogan – Em novembro, a FENABRAVE criou um selo comemorativo dos 40 anos da
Lei Ferrari, que passou a ser usado em todas as comunicações da entidade, assim como o slogan “Nossa força, Nossa Lei”.

logoLeiRenatoFerrari.png

Clique para ver a galeria de imagens.

 
Dezembro 2019
home.jpg
Associações de Marca vencem ação contra a cobrança da TCFA

 

A Justiça Federal proferiu sentença favorável às Associações de Marca, que ingressaram com a ação contrária à TCFA - Taxa de Fiscalização e Controle Ambiental, cobrada pelo IBAMA.

A sentença foi assinada pelo Juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara do Distrito Federal, que determinou também, a suspensão da cobrança da taxa às concessionárias de veículos, representadas pelas Associações de Marca, autoras do processo.

 

“Essa é mais uma vitória que conquistamos nesse ano. Não podemos aceitar cobranças indevidas como essa. A FENABRAVE atuou de forma muito proativa nessa situação. Tenho a certeza de que a nossa união foi essencial para a vitória”, comemorou Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

 

Vale ressaltar que, por se tratar de sentença proferida em primeira instância, desta decisão ainda cabe recurso.

Agende sua participação no
30º Congresso & ExpoFenabrave

4 e 5 de agosto de 2020 – Transamerica Expo Center – São Paulo

olx_footer.jpg